Telefone Atendimento

(11) 4602-4805
(11) 987613435

Encontre
seu  Imóvel

  • Qual Tipo de Negócio ?
  • Venda
  • Locação
  • Selecione uma cidade
  • CABREUVA
  • INDAIATUBA
  • ITAPEVA
  • ITU
  • JUNDIAI
  • MONTE MOR
  • PARIQUERA-ACU
  • PRAIA GRANDE
  • SALTO
  • SOROCABA
  • SUMARE
  • Qual o Tipo de Imóvel ?
  • Apartamento/Flat
  • Barracão/Galpão/Armazém
  • Casa
  • Chácara
  • Escritório/Salão/Sala Comercial
  • Fazenda/Haras/Sítio
  • Loft
  • Outros tipos de imóvel
  • Terreno
  • Quartos
  • Indiferente
  • 0 a 2
  • 2 a 3
  • 3 a 4
  • 4 a 5
  • 5 ou mais


IMÓVEIS EM  DESTAQUE

Apartamento

2 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
ED. RESIDENCIAL MADRI
SALTO-SP
Cód: CSC-286

$220,000.00

Terreno


JD. PANORAMA
SALTO-SP
Cód: LT-154

$400,000.00

Casa

2 Quarto(s)
CENTRO
SALTO-SP
Cód: CS-303

$300,000.00

Casa

2 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
JD. CELANI
SALTO-SP
Cód: CS-278

$195,000.00

Casa

2 Quarto(s)
MADRE PAULINA
SALTO-SP
Cód: LOC-141

Apartamento

2 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
COND. RES. ALPHA CLUB
SOROCABA-SP
Cód: CSC-271

$215,000.00

Barracão


JD. SAO JOAO
SALTO-SP
Cód: LOC-140

$320,000.00
Locação:$2,500.00

Casa

3 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
COND. ILHA DAS ÁGUAS
SALTO-SP
Cód: LOC-139

Locação:$2,100.00

Sobrado

3 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
CENTRO
SALTO-SP
Cód: LOC-135

Locação:$3,500.00

Casa

2 Quarto(s)
COND. RESIDENCIAL CONTE
SALTO-SP
Cód: LOC-123

$220,000.00
Locação:$1,200.00

Terreno


RESIDENCIAL FABRI
SALTO-SP
Cód: LT-153

$350,000.00

Casa

3 Quarto(s) | 1 Suíte(s)
COND. MILIONI
SALTO-SP
Cód: CSC-056

$1,100,000.00

ÚLTIMOS CADASTRADOS

$220,000.00

Apartamento
2 Quarto(s)
| 1 Suíte(s)
ED. RESIDENCIAL MADRI
SALTO-SP

$400,000.00

Terreno
JD. PANORAMA
SALTO-SP


Locação:$1,200.00

Casa
2 Quarto(s)
VILA ROMAO
SALTO-SP

$300,000.00

Casa
2 Quarto(s)
CENTRO
SALTO-SP


Locação:$1,200.00

Apartamento
2 Quarto(s)
COND. FORTE ITAPIRU
SALTO-SP

Casa
2 Quarto(s)
MADRE PAULINA
SALTO-SP

NOTÍCIAS

Economista do PDT, Mauro Benevides defende política para reduzir inadimplência
Ele diz que consumidores teriam juros menores de bancos públicos para quitar débitos. Assessor econômico do PDT deu entrevista à GloboNews. Central das Eleições entrevista Mauro Benevides, assessor econômico do PDT O assessor econômico do Partido Democrático Trabalhista (PDT), Mauro Benevides, afirmou nesta terça-feira (21) que a proposta do programa de governo do partido que tiraria inadimplentes da lista de devedores inclui a participação do Estado como mediador com credores e de bancos públicos na concessão de juros mais baixos. A declaração foi dada durante entrevista à GloboNews, que, nesta semana, entrevista os responsáveis pela área econômica das campanhas dos postulantes ao Palácio do Planalto nas Eleições 2018. Conheça o cenário econômico que o futuro presidente da República encontrará Benevides apontou que o programa funcionaria por meio da negociação de descontos das dívidas dos consumidores inadimplentes, e após esse acordo as pessoas iriam a bancos públicos para refinanciar o débito com juros menores. “O Estado vai entrar (...) e fazer uma mediação”, explica. O mercado não tem sido capaz. Os feirões que a Serasa faz, que o SPC faz, faz individualmente. Então, o resultado é muito pequeno”, disse o economista. Benevides aponta que o valor médio das dívidas das pessoas inadimplentes é de R$ 4 mil, e usou o número como exemplo para explicar a proposta. “Vamos supor que seja 30% esse valor (negociado de desconto), que é a média que eu tenho visto nos feirões, isso sai para R$ 1,2 mil. Ele (o consumidor) pega essa carta e vai lá no Banco do Brasil, na Caixa Econômica, no BNB, pega um crédito em três meses e mais 33 meses, são 36 meses. Aí, portanto, liquida a sua dívida. No entanto, ele sai de uma dívida de cartão de crédito de 400% ao ano e vem para uma operação de crédito, primeiro não de R$ 4 mil, mas de R$ 1,2 mil, e em vez de ser 400% de taxa de juros, vai ser de por exemplo 10 ou 12% ao ano. Portanto os bancos vão ganhar dinheiro. Os bancos não vão perder dinheiro.” “Estamos falando, para irrigar a economia, de R$ 70 bilhões recebidos de uma vez, agregado ao consumo dessas pessoas”, afirmou. Previdência Social O candidato também falou sobre a proposta de reformar o sistema de aposentadorias, em uma reestruturação que seria baseada em três pilares. “Um pilar é o pilar de assistência social, ou seja, aquelas pessoas que nem contribuíram, vão ter direito a um salário mínimo, e isso separado da Previdência”, explicou. “O segundo pilar é o regime de repartição, que é o que está vigendo hoje no país. O que é o regime de repartição? O servidor de hoje paga o aposentado de ontem. No caso do regime próprio é o servidor. Do INSS, a mesma coisa do trabalhador.” Já o terceiro pilar é o “regime de capitalização de contas individuais”, “inclusive diminuindo o teto que hoje é R$ 5,6 mil tanto para o RPPS (Regime Próprio de Previdência Social) quanto para o regime geral, trazendo para um teto menor, R$ 4 mil, R$ 4,2 mil, R$ 3,9 mil.” Outros temas Veja abaixo outros temas abordados pelo economista do PT durante a entrevista 'a GloboNews: Imposto sobre movimentações financeiras: “Há uma proposta desenhada (...) de maneira transitória, de valor acima de R$ 5 mil de movimentação, que liberta 86,4% da população que usa o sistema financeiro. Toda a estrutura de reforma tributária é baseada no andar de cima. Classe média e classe menos favorecida não vão sofrer nenhum abalo. (...) Nós estamos preocupados é com as grandes movimentações. R$ 1 bilhão, R$ 100 milhões, o que gira dentro do mercado financeiro, que eu conheço por dentro e sei que valores são esses. Portanto, é dentro dessa estrutura que tem como alicerce toda a reforma tributária, como a criação de imposto sobre lucros e dividendos." Revisão de concessões de petróleo e fusão da Boieng com a Embraer: “Você acha que é certo no final de um governo ilegítimo negociar Boieng sem saber como isso está sendo feito? (...) Até porque a definição de preço que ela iria receber é totalmente inadequada, não faz nenhum sentido. Que é o raciocínio que está colocado também naqueles dois maiores poços, inclusive, do Carcará, que foi vendido. Se fala muito em monopólio, trocar do público para o privado. (...) Fica muito idiossincrática essa história de público e privado, preciso dizer que quem comprou esse campo foi uma estatal Norueguesa, não foi empresa privada. 78% do mercado do petróleo no mundo é estatal, e isso obviamente com regras de governança, com metas a serem definidas e por aí vai.” Preços dos combustíveis e política da Petrobras: “Essas empresas têm que atender não só a sua gestão financeira, ou seja, manter a empresa lucrativa, mas tem que atender também o interesse social das pessoas. Como é que um caminhoneiro sai do Rio Grande do Sul para Fortaleza prevendo gastar R$ 1,2 mil de diesel, aí no segundo dia o preço aumentou e ele aumenta. No quarto dia, o preço aumentou. Ele não consegue chegar. As pessoas não conseguem nem compreender.” Reforma trabalhista: “Foi feita sem qualquer mediação entre a classe trabalhadora, os empresários, a experiência internacional, a própria justiça do trabalho. Então ele (Ciro Gomes) quer propor ao Brasil, e vai propor. Ele compreende os excessos da justiça trabalhista, ele compreende por exemplo que tem trabalhadores que vão estar trabalhando em casa e vão ter outra relação profissional com a empresa. Agora não dá é para você ter um artigo dizendo que grávida vai trabalhar em ambiente insalubre. Não dá para você, contratado hoje com um salário mínimo, o próximo mês vai trabalhar como intermitente, em função das horas trabalhadas não ganhou salário mínimo, ganhou R$ 700, e ele vai ter que pagar contribuição previdenciária sobre o dobro. Essas coisas podem parecer pequenas, mas elas impactam o trabalhador.”
EUA impõem tarifa de 132% a canos da China e sobretaxam outros 5 países

O Departamento de Comércio americano alega que China, Canadá, Grécia, Índia, Coreia e Turquia exportam tubos soldados a preços inferiores aos de mercado ao país. Bandeira dos Estados Unidos: governo Reuters/Yuri Gripas Os Estados Unidos anunciaram nesta terça-feira (21) uma tarifa preliminar de 132,63% a canos de metal importados de China, dias antes de os governos dos dois países começarem a discutir sua relação comercial. Canadá (24,38%), Grécia (22,51%), Índia (50,55%), Coreia (14,97% a 22,21%) e Turquia (3,45% a 5,29%) também terão produtos taxados provisoriamente. Guerra comercial: entenda a tensão entre EUA e outras potências O Departamento de Comércio americano alega que esses países vendem um tipo de tubo soldado de diâmetro largo, usado na indústria de gás e petróleo, a preços inferiores aos do mercado, prejudicando a indústria americana, segundo comunicado. As importações desses canos chineses para os Estados Unidos totalizaram US$ 29,2 milhões no ano passado, de acordo com o documento. Já as importações do mesmo produto provenientes de Canadá, Grécia, Índia, Coreia e Turquia somaram US$ 179,9 milhões, US$10,7 milhões, US$ 294,7 milhões e US$150,9 milhões, respectivamente. Seis fabricantes americanas de tubos denunciaram a suposta prática de dumping ao departamento de Comércio em janeiro, segundo o Departamento de Comércio. A decisão final sobre os tubos importados da China e da Índia será anunciada em novembro. Para os demais países, a data para o fim das investigações é janeiro de 2019. Embora este caso esteja isolado da série de tarifas impostas por Washington a produtos chineses, é mais um capítulo da política protecionista de Donald Trump, que busca reduzir o déficit comercial norte-americano. Desde o começo de seu mandato, o Departamento de Comércio levantou 120 novas investigações antidumping e de direitos compensatórios, de acordo com comunicado. Atualmente, 458 ordens comerciais nesse sentido estão em vigor.

Facebook e Twitter apagam mais de 900 contas ligadas ao Irã que geravam desinformação nas redes
Em julho, 32 perfis e páginas foram deletadas sob suspeita de tentar influenciar eleições parlamentares americanas, que acontecem em novembro. Facebook e Twitter anunciaram nesta terça-feira (21) que apagaram mais de 900 contas de suas redes sociais que tentavam espalhar desinformação. Segundo as empresas, elas estavam ligadas a uma empresa estatal do Irã. Os perfis, páginas e grupos começaram a ser criados em 2011, segundo a empresa de Mark Zuckerberg, e estavam presentes tanto no Facebook quanto no Instagram, sua rede social de fotos. As contas falsas também compraram propagandas na plataforma e organizaram eventos. O Facebook também divulgou que apagou algumas contas com origens russas, sem relação às iranianas. Em julho, a empresa também apagou outras 32 contas falsas sob a suspeita de tentarem influenciar as eleições parlamentares americanas, que acontecem em novembro. "Sempre há uma tensão entre desabilitar esses maus agentes rapidamente e melhorar nossas defesas no longo prazo. Se os removermos muito cedo, é mais difícil entender suas táticas e a extensão de sua rede", publicou a empresa em seu blog. Por isso, a investigação levou meses e foi dividida em três partes. No total, foram apagadas 254 páginas, 276 perfis e três grupos no Facebook, além de 116 contas no Instagram. No Facebook, uma das páginas tinha cerca de 813 mil seguidores. Já na rede social de fotos, uma das contas era seguida por até 48 mil pessoas. A rede social diz que as investigações continuam e que já reportou o que foi descoberto aos governos dos Estados Unidos e do Reino Unido. Como o Irã está sob sanções por parte dos EUA, o Tesouro americano também foi informado. Após o anúncio feito pelo Facebook, o Twitter revelou que tinha apagado 284 contas em suas redes que também tinham ligação com o Irã e tentavam disseminar informações falsas. Denúncia De acordo com o Facebook, as investigações tiveram início a partir de uma denúncia feita por uma empresa de segurança digital, FireEye, em julho. Ela envolvia uma organização chamada "Liberty Front Press", que tinha ligações com uma empresa de mídia estatal iraniana. Em um relatório, a FireEye divulgou que também compartilhou a denúncia com o Twitter.

CRECI 76.460

Avenida Dom Pedro II, 604
SALTO / SP
CEP 13.320-240
Tel. +55 (11) 4602-4805
debarrosimoveis@gmail.com

Desenvolvido por
Sites para Imobiliaria